O desafio de aprender inglês

Aprender qualquer coisa exige tempo, esforço e dedicação. Há pessoas que têm mais facilidade com números devido a habilidade do raciocínio lógico, outras que tem o dom de aprender inglês e aqueles que sofrem anos para aprender. 🙁

Quando há desespero e necessidade de aprender Inglês de maneira urgente, tendemos a procurar a promessa mais barata e rápida. É aí que muitos ganham dinheiro em cima da ingenuidade do comprador.

Aprender inglês no Brasil é um campo minado de artimanhas e armações que irei te ajudar a identificar. Você vai aprender técnicas simples (e gratuitas) que vão te ajudar a transformar o desafio de aprender inglês em algo prazeroso.

 

Como aprender inglês fácil e rápido?

Se houvesse fórmula para aprender línguas de maneira fácil e rápida alguém já estaria muito rico e eu falaria uns 10 idiomas. A grande verdade é que não há tal fórmula mágica. Aprender uma língua exige prática, estudo, contexto e acima de tudo, tem que possuir significado para quem está aprendendo.

Se você não estabelecer um significado para o seu estudo, nada nem ninguém irá te ajudar. Esse significado pode ser o fato de você ter que manter seu emprego ou conquistar um emprego melhor. Ache o que te motiva e use essa descoberta como combustível em seus estudos.

 

Como estudar?

Esse estudo pode ser individual quanto guiado por um professor. Estudo inglês sozinho há um bom tempo. Tive muitas conquitas no aprendizado, mas com certeza, com auxílio de um professor, esse desenvolvimento teria occorido de forma mais rápida.

Sem contar que consertar uma séries de vícios de pronúncia e pensamento em inglês são difíceis para um estudante autodidata. Além de perder tempo estudando o que não é importante e gastar dinheiro em livros errados.

Por isso, um professor faz sim grande diferença, principalmente no começo dos estudos. Você pode estudar sozinho grande parte do tempo, mas não despreze a orientação de um profissional pelo menos uma vez por ano/mês.

Muitos reclamam que a aula de inglês é cara, mas acredite que o barato sai caro. Nem que seja de forma esporádica, tenha um feedback e orientação dos seus estudos.

Talvez o grande desafio seja você identificar que não dá pra seguir sozinho. Não tem como ser auto suficiente no aprendizado do inglês. Você vai depender de alguém para aprender e acima de tudo, para praticar.

Você já deve saber disso, estar nesse blog prova que você procura orientação, dicas e soluções para os problemas. Explore o blog o máximo que puder, leia os comentários e pode confiar nas dicas e nas indicações aqui feitas.

Todos os envolvidos aqui sabem do desafio de aprender inglês e vão lhe ajudar nesse caminho que pode ser suave ou pedregoso. Tudo depende de você.

 

Escolas e professores capazes

Encontrar uma escola ou um professor que lhe ajude de maneira satisfatória pode ser mais difícil do que você pensa. Grande parte das escolas emprega pseudo professores. Aventureiros que só estão lá fazendo um bico e tirando com a sua cara.

Talvez esse seja um dos maiores problemas atuais. Há muita opção e achar o melhor pode ser difícil.

 

Memorizar – Decorar – Traduzir

Uma das principais reclamações é a de que o inglês não entra na minha cabeça. Se você tiver a atitude pessimista de que não vai aprender e que essa é a língua mais difícil do mundo, você simplesmente não irá aprender.

Não adianta eu ir às aulas de búlgaro, pois eu não vejo sentido para mim aprender essa língua. Não conheço nada dela e ao ser apresentado com certeza vou dizer: “Que troço chato!” “Que som impossível de fazer!”, etc. Logo, concluirei que búlgaro é a língua mais difícil do mundo.

Se você tem esse pensamento, mude ou desista. Sério! Não perca o seu tempo. O estudante que já vai colocando mil barreiras, resistente e com uma resposta pronta para cada orientação, esse não irá aprender inglês.

Decorar listas prontas e palavras é da época dos dicionários. O uso e abuso de métodos arcáico faz com que o estudante crie um trauma quanto a língua. Isso é real, mas curável. Não desista por ter passado por dificuldades.

Ahhh, o google tradutor tá aí pra isso. Eu só posso rir ao ouvir isso. Essa ferramenta é útil para algumas situações, mas está anos luz de ser a solução dos problemas.

Sabe aquele péssimo hábito de traduzir do Português para o Inglês? Isso é outra pedra no caminho do aluno. Querer traduzir preposições é um tiro no pé. Verbos frasais, então kkkk.

 

Compre tempo!

Eu não tenho tempo de estudar. MENTIRA! Se há algo que temos em comum é a mesma medida de tempo. Pode ser pobre, rico, americano, asiático. Todos nós temos a mesma medida de tempo e saber administrar essa medida é um fator chave para vencer o desafio de aprender inglês.

Sabe aquelas horas que você passa no transporte público? Você é o cara que está babando e roncando ou aquele com o fone de ouvido escutando e aprendendo palavras novas em um podcast? O Netflix possui conteúdo offline que pode ser usado como estudo. Sem falar dos livros, jornais e revistas que podem ser apreciados.

Hora do almoço também é outra oportunidade de relaxar e aprender. Pare de ficar falando o que aconteceu na novela e big brother com as amigas do serviço e ponha um fone de ouvido e vá estudar inglês. Comprar tempo é essencial.

 

Fiquem com essa reflexão e pensem na vida acadêmica de vocês. O desafio de aprender inglês pode ser vencido, basta você realmente querer.

Bons estudos!

Assine nossa Newsletter

Se junte a outros estudantes de inglês iguais a você e assine a newsletter para receber
artigos do Almanaque, perguntas da Sala e ficar informado da publicação de novas dicas de inglês.

Você precisa está logado para deixar um comentário. Ainda não é membro, faça parte, é gratuito! :D

Logar ou Seja PRO ➜