Por que você precisa saber inglês para visitar os EUA?

Estuda inglês mas tem dificuldade? Não sabe se seus estudos
estão surtindo efeito? Está na hora de você tentar o Inglês na Rede.

Tudo o que você precisa para colocar seu
inglês em prática e atingir fluência.

Seja um membro PRO ➜

Olá pessoal, a convite do Blog Inglês na Rede, hoje publicamos um guest post escrito pela Lu. Lu mora nos Estados Unidos há quase 10 anos e é autora do blog Viver nos EUA. Acompanho o blog dela há algum tempo e estou adorando, ela aborda assuntos muito interessantes sobre os Estados Unidos.

 

Eu convidei a Lu para falar sobre um assunto que acho pertinente aos leitores do Blog Inglês na Rede. Que para mim, é a questão de ir para os Estados Unidos sem ter o domínio da língua inglesa. Vamos ver o que a Lu preparou pra gente. Ah, antes que me esqueça, caso queira entrar em contato com ela, ela tem perfil no Twitter e Facebook. =)

 

Há muitos brasileiros que pensam que aprender inglês é bobagem, mesmo se um dia eles forem visitar os Estados Unidos de férias.

Um detalhe importante a lembrar é que inglês é que nem o Latim da antiguidade, se você visitar um país onde o idioma local é outro, você provavelmente encontrará alguém que fale inglês. Ou se você falar inglês vai se virar bem melhor do que turistas sem conhecimento algum dessa língua.

Tem gente que se gaba de ter vindo para cá sem falar nada e que se “virou” muito bem por aqui. Costumo duvidar dessas “estórias” pois já vi diversas situações bobas, e até certo pontos engraçadas, envolvendo brasileiros que não sabiam nada ou quase nada de inglês se desenrolarem bem na minha frente.

Percebi também que a maioria das outras nacionalidades que aqui dão um jeito de entender pelo menos o intermediário de inglês para poder se virar.

Antes de você se perguntar se ajudei os brazucas envolvidos, não se preocupe que dei uma mãozinha para eles e os demais tiveram ajuda de pessoas próximas também. Porém estou ciente de que de situações desse tipos poderiam ter sido evitadas e bem menos complicadas se as pessoas em questão soubessem falar inglês  bem e entender o idioma (por que em alguns casos eles sequer entendiam as regras que estavam diante dos olhos deles) e se não souberem a língua que pelo menos procurassem entender um pouco da cultura americana (há muitas coisas que são OK para fazer no Brasil mas não nos EUA).

Vou ilustrar onde e por quê você precisa saber a língua inglesa:

 

Viajar para os EUA

No porto de entrada:

Assim que você chega nos EUA, precisa saber falar inglês bem para se explicar. Já presenciei pessoas sendo escolhidas a dedo pelos oficiais de imigração ainda na fila de saída do avião para explicar porque estavam entrando no país e eles não sabiam como fazer isso.

Às vezes a pessoa falava inglês básico mas como a situação dela era mais complexa ela se embananava, o que faz com que os oficiais fiquem ainda mais desconfiados desses indivíduos.

E daí? Você pode ser barrado ou ter que voltar para casa por causa de um mal entendido gerado por não saber inglês suficiente.

 

No táxi:

Para explicar para onde você vai sem ser enrolado. Turistas e pessoas de fora recém-chegadas são presas fáceis para taxistas sem escrúpulos.

 

No hotel:

Para confirmar que seu quarto é o que você queria mesmo, para reclamar quando preciso e exigir o que te foi prometido quando você fez sua reserva.

 

Em lojas:

Muitos brasileiros, senão quase todos, vem para cá com o objetivo não somente de relaxar – eu excluiria relaxar do roteiro de viagem deles justificado pela quantidade de tempo que eles passam fazendo compras aqui 😀 – mas de comprar.

Você precisará de inglês para comprar os produtos certos, para devolver e/ou trocar produtos. Você precisa entender a política de trocas e devoluções da loja, sem ler e entender inglês como é que você vai ter certeza dos seus direitos de consumidor por aqui?

Às vezes será necessário reclamar de algo para o gerente ou com os funcionários da loja ou ainda para não passarem a perna em você simplesmente por ser um turista.

Você não estará imune disso por estar nos EUA. Há gente sem vergonha em todo planeta. Posso citar o caso de uma pessoa que disse ter passado um aperto pois não tinha lido o anúncio de que não se pode levar mercadorias dentro do banheiro da loja e o guardinha de lá pegou no pé dela pois pensava que ela iria roubar os produtos. Virou um auê desnecessário.

 

Em restaurantes e etc:

Como é que você vai pedir a comida certa sem saber falar inglês? Ou será que você pensa que os menus daqui estarão em português?

E tem sempre alguém que me diz “mas os menus tem fotos e números”. Infelizmente nem todos menus daqui tem figuras ou números para facilitar seu pedido. Em muitos restaurantes casuais americanos, você cria seu pedido do jeito que quer. Quando chega sua vez na fila você tem que listar todos os ingredientes ou tipos de comida do prato.

Alguns restaurantes sequer listam os preços dos pratos no menu!

Se você pensa que com nada de inglês consegue entender o que atendentes de drive-thru falam, sugiro que você tente fazer isso e me conte como foi sua experiência depois. 😉

 

Até mesmo para se divertir:

Guias em parques serão nativos e falarão inglês (no máximo espanhol e olhá lá), praias e parques tem regras e se você não souber ler inglês poderá violar algumas das mesmas e até entrar em confusões por causa disso.

Alguém pode chamar o segurança do local ou até a polícia, dependendo de que regra você violou e daí? Confusão na certa. Usar a desculpa de que você não sabia de tal regra não cola nos EUA.

Ou como é que você vai fazer aquela aula de certificação em mergulho aqui, por exemplo, se você não entende bulhufas do que o instrutor está dizendo? Situações assim podem ser até perigosas.

E espero que eu nem precise dizer que é estritamente necessário que se aprenda inglês quando se deseja morar, estudar e trabalhar aqui, preciso?  Quem é que consegue entrar numa universidade americana sem falar nada de inglês? Ou que consegue fazer uma apresentação para o chefe americano e todo escritório sem saber falar a língua?

 

E finalmente numa emergência:

Isso sem dizer que, como americanos dizem aqui, God Forbid (Deus nos livre) de algo inesperado acontecer e você, sem saber falar nada de inglês está nos EUA, precisa tomar uma decisão rápida e/ou ajudar alguém ou pedir a ajuda de alguém.

Algo tipo uma emergência médica ou acidente ou qualquer incidente mais sério e/ou grave?

Mesmo se você não esteja envolvido no incidente diretamente você pode ter que conversar com autoridades e explicar o ocorrido.

O seguinte aconteceu com uma conhecida minha que mora aqui: alguém bateu no carro dela e ela estava com razão e a partir do momento que o americano que dirigia o outro carro percebeu que ela tinha sotaque, tentou colocar a culpa do acidente nela.

Dizendo que ele era policial aposentado, tentando assim intimidá-la, insinuando que ela estava aqui ilegal (o que não é o caso dela) e que por isso ela tinha que ficar quieta. Só faltou ele pedir para ela mostrar o green card dela para ela provar o status imigratório dela.

Ela teve que telefonar para o marido dela, que é americano, e quando ele chegou no local do acidente, o tom do malandro que bateu no carro dela mudou completamente e esse último teve que pagar pelos estragos no carro.

Ela vive aqui há anos e fala o idioma bem mas um estranho percebeu o sotaque dela (só o sotaque dela!) e assumiu que ela estava aqui ilegal e quis tirar vantagem da situação. Se ela não conhecesse a cultura daqui (ou seja, não soubesse o que fazer numa situação dessas e como são os procedimentos a serem tomados depois de um acidente de carro) e não tivesse ajuda do marido dela, ela ia acabar tendo que assumir a culpa de algo que ela não fez, iria perder pontos na carteira e o seguro do carro dela ia aumentar. Seria ingênuo pensar que um tipo de situação dessas não aconteceria só por que você está de férias no exterior.

Enfim, deixar de aprender inglês antes de vir para os EUA é igual a dirigir sem ter tirado a carteira de habilitação. Você pode até entender os sinais de trânsito e algumas regras básicas de como manejar um carro e achar que só isso será suficiente para você sair dirigindo numa boa, mas isso não garante que você vá dirigir bem se eu te colocar para dirigir numa inter-estadual americana na hora do rush.

Assine nossa Newsletter

Se junte a outros estudantes de inglês iguais a você e assine a newsletter para receber
artigos do Almanaque, perguntas da Sala e ficar informado da publicação de novas dicas de inglês.
Envio Quinzenal.

Você precisa está logado para deixar um comentário. Ainda não é membro, faça parte, é gratuito! :D

Logar ou Seja PRO ➜