Por que devo usar o dicionário de inglês?

Estuda inglês mas tem dificuldade? Não sabe se seus estudos
estão surtindo efeito? Está na hora de você tentar o Inglês na Rede.

Tudo o que você precisa para colocar seu
inglês em prática e atingir fluência.

Experimente gratuitamente agora!

Tive recentemente uma experiência no mínimo bastante engraçada e ao mesmo preocupante. Como alguns devem saber, além de ajudar estudantes aqui no Blog, também trabalho na área de Marketing. No começo do ano, resolvi fazer outro curso na minha área de atuação, já tenho o diploma em Turismo e Marketing, por isso optei pelo curso técnico de Desenvolvimento de Software.

Alguns dias atrás, fui cumprir minha carga horária na matéria de Inglês Instrumental, uma das poucas cadeiras que irei fazer a distância, EAD (Educação a Distância).

Logo de cara, a pronúncia da professora já não me inspirou muita confiança, talvez por entender a diferença entre falar correto e ter sotaque. Não me entenda mau, eu não me incomodo de um professor de inglês ter um sotaque carregado ou aportuguesado. Eu mesmo acho meu sotaque em inglês bastante carregado. Para mim, a comunicação é mais importante do que falar bonito, contando que a pessoa possa se expressar com clareza.

Mas essa não foi a pior parte, nem a engraçada, o que achei preocupante foi o “conselho” que a professora deu tentando “ajudar” os estudantes a melhorar a leitura. Acreditem se quiser, mas a professora DE INGLÊS recomendou que os estudantes não fizessem o uso do dicionário DE INGLÊS.

Isso mesmo, uma professora de inglês, recomenda a seus estudantes, que não sabem falar inglês, que não tem conhecimento sobre o idioma ensinado, que desejam aprender ou aperfeiçoar no idioma, que eles não devem usar o dicionário quando forem praticar o inglês através da leitura.

Dicionário de Inglês Oxford
O uso do dicionário de inglês deve ser encorajado e não retirado de uso.

 

Minha reação inicial obviamente foi de estranheza. Tive que voltar o vídeo para entender se realmente ela disse o que achei que tinha dito. Fui surpreendido novamente. Não é que ela estava mesmo recomendando o não uso do dicionário de inglês. Ok, tentei relevar a situação e continuei assistindo a aula, embora perplexo.

Até que no exercício no final da aula, tinha uma questão que perguntava se você deveria utilizar um dicionário ao praticar seu inglês com leitura.

E acreditem, dentre as opções, a resposta correta era a não, não devemos utilizar o dicionário para praticar inglês através de leitura. Ai não aguentei, tinha que compartilhar essa loucura com vocês aqui do Blog Inglês na Rede.

 

A justificativa pelo não uso do dicionário

Sinceramente, eu acho que nunca vou entender certas coisas de professores  e sua busca pela metodologia perfeita. Porém, acho que essa ideia de recomendar o não uso de algo que ajuda a nós estudantes de inglês, não ser um caminho muito inteligente.

Eu até simpatizo com pessoas que concordem com essa professora, o raciocínio deles “parece” ser lógico e coerente. Basicamente me parecem pensar assim, o ato de sempre pesquisar no dicionário, faz com que o estudante não aprenda ou tente aprender, por que ele tem o dicionário para “dá a resposta” que se está procurando. Então, se o estudante não procurar o significado, ele irá, de alguma forma que acho que nunca vou conseguir compreender, entender o significado baseado no contexto da leitura.

 

A justificativa pelo uso do dicionário

A meu ver, a falha nesse “sistema” de estudo é que o estudante poderá entender errado exatamente por não conhecer as palavras do contexto. Folks, uma coisa é você entender o que a pessoa está dizendo, você tentar entender qual a mensagem que o autor que passar e etc. Outra coisa é inventar uma palavra. Fabricar a resposta do que um autor está falando apenas por que não entendeu determinada palavra.

Não é assim que iremos melhorar nosso inglês. Não é adivinhando que se aprende ou aumenta vocabulário. Aprender inglês ou qualquer idioma não é um jogo de adivinhação, e sim, um processo onde através de prática e estudo, acabamos por “gravar” palavras, frases, estruturas gramaticais, expressões idiomáticas, sons, sotaques e etc.

Não é sorte, jogo de azar ou algo parecido. Estudar inglês não é tarô, búzio, astrologia ou crença. É esforço, estudo, dedicação, é pegar o dicionário de inglês para pesquisar o significado da palavra que não entendeu. É pesquisar quais outros sentidos ou traduções tal expressão ou palavra tem, para poder entender melhor o texto. Para saber se o autor está sendo formal ou informal.

Desculpem pessoal, mas dia pós dia eu me pergunto: por quê o Brasil não melhora na qualidade e na quantidade de seus falantes de inglês? Por que os brasileiros têm tanta vontade, mas pouco sucesso no aprendizado desse maravilhoso idioma? Uma coisa é certa, se mais professores de inglês continuarem compartilhando “conselhos” como este, a probabilidade desse quadro melhorar vai, cada vez mais,  diminuir.

Bons estudos! =)

Assine nossa Newsletter

Se junte a outros estudantes de inglês iguais a você e assine a newsletter para receber
artigos do Almanaque, perguntas da Sala e ficar informado da publicação de novas dicas de inglês.
Envio Quinzenal.

Você precisa está logado para deixar um comentário. Ainda não é membro, faça parte, é gratuito! :D

Logar ou Experimente gratuitamente agora!