O que faz um estudante autodidata feliz?

Estuda inglês mas tem dificuldade? Não sabe se seus estudos
estão surtindo efeito? Está na hora de você tentar o Inglês na Rede.

Tudo o que você precisa para colocar seu
inglês em prática e atingir fluência.

Seja um membro PRO ➜

Era uma quinta-feira a noite, depois das 8, em um barzinho na orla de Boa Viagem, aqui no Recife/PE. Lá vai eu, pela segunda vez, para praticar inglês no meetup Language Exchange Recife. Esse é um meetup que acontece toda quinta-feira, geralmente em um bar, já que o pessoal aproveita a ocasião para tomar algumas cervejas. Mas esse meetup de quinta-feira foi especial, e estranhamente por algo tão simples. Já, já você entenderá porquê.

Pois então, como estava começando, chego ao meetup por volta das 8 da noite, um pouco mais que isso, na mesa já tinham umas 6 pessoas e ainda faltavam chegar mais duas. Cumprimentei todo mundo, em inglês obviamente, me apresentei aos que não conhecia e procurei um local perto do pessoal que tinha mais intimidade.

Conversa vai, conversa vem, me virei para falar com a Ana, britânica que mora aqui no Recife. O português dela era muito bom e seu sotaque britânico em inglês era muito engraçado. Seu falar pausado e com sotaque forte me fez lembrar logo de cara do por que gosto tanto do sotaque americano.

Anyway, entre perguntas, trocas de conhecimento e experiência, ela elogia bastante meu inglês e me faz uma pergunta bem comum: “Você já viajou para fora do país? Ou já morou fora?”. Nessa hora, eu congelei por alguns instantes.

Paralisado, tentando entender a sensação de felicidade extrema e repentina, acionado por uma pergunta aparentemente tão simples e boba. E era uma pergunta simples e boba, mas para mim, ela carregava um significado grande e muito importante. Por quê?!

 

A felicidade de um estudante autodidata

Simples de responder, eu gosto de pensar que nós estudantes de inglês autodidata fazemos parte de um grupo específico dentre os estudantes de inglês. Nós não temos professores de inglês, qualificados ou não, para nós guiar ou nos mostrar o melhor caminho para a fluência. Não temos  alguém para nos dizer se estamos no caminho certo, se o assunto que estou estudando ou se a série que estou assistindo está de acordo com o meu nível de aprendizado.

Não temos ninguém para nos dá o suporte que precisamos para ter sucesso em nossos estudos. Tudo o que fazemos, seja decidir o que estudar, como também como praticar vem ou de pesquisas da internet ou através de conversas com outros estudantes de inglês, como as que acontecem na Sala. Ou seja, estamos quase que sozinhos, dependendo apenas de nosso bom julgamento.

Yes Baby!
Yes! Baby! 😀

Então, para uma falante nativa perguntar para mim se já viajei para o exterior, isso me diz que não apenas ela gostou do meu inglês como ela elogiou, mas ela deu a entender que ele se parecia com o de alguém que já morou em algum país falante da língua inglesa. Algo que nunca fiz na vida.

Talvez para você isso não signifique nada. Mas para alguém que estuda há mais de 9 anos sozinho, isso é uma confirmação que estou no caminho certo. É uma resposta a todo o tempo investido no aprendizado da língua inglesa. Isso me diz que tudo o que fiz e faço para manter meu inglês “afiado” está funcionando e me encoraja e me motiva a continuar aprendendo ainda mais.

Eu não faço questão de falar como um nativo, já perdi esse desejo há muito tempo atrás e acredito que é uma meta inalcançável para alguém que não sai do Brasil. Porém, ter meu inglês elogiado como sendo parecido como de um nativo é extremamente motivador, e também um lembrete de não deixar os estudos pararem, não deixar as metas serem esquecidas. Isso é um lembrete que devo focar nos estudos da língua inglesa com a mesma vontade quando tinha meus 14/15 anos de idade.

Essa simples pergunta que a britânica fez, teve um impacto grande, pois ela revigorou ainda mais meu desejo de aprender sobre a língua inglesa.

Então, se você é um estudante de inglês por conta própria, saiba que não está sozinho. Aqui no Blog Inglês na Rede temos muitos outros estudantes iguais a você. Não desanime. Não pare seus estudos. Mantenha seu foco, tire dúvidas com quem estuda a mais tempo que você. Siga em frente, que com o tempo e bastante dedicação, você não apenas estará se expressando em inglês como deseja, mas também irão confundir seu inglês como o de alguém que já morou fora do país ou até mesmo o de um nativo.

Bons estudos!

Assine nossa Newsletter

Se junte a outros estudantes de inglês iguais a você e assine a newsletter para receber
artigos do Almanaque, perguntas da Sala e ficar informado da publicação de novas dicas de inglês.
Envio Quinzenal.

Você precisa está logado para deixar um comentário. Ainda não é membro, faça parte, é gratuito! :D

Logar ou Seja PRO ➜