Brasileiros famosos que falam inglês

Estuda inglês mas tem dificuldade? Não sabe se seus estudos
estão surtindo efeito? Está na hora de você tentar o Inglês na Rede.

Tudo o que você precisa para colocar seu
inglês em prática e atingir fluência.

Experimente gratuitamente agora!

Provavelmente você já deve estar cansado de ouvir (e saber) o quanto aprender inglês é importante para nossa vida, não é mesmo? Sabemos bem disso, até porque eu também escuto isso sempre. E realmente, ter fluência nessa língua tão universal é algo que, infelizmente, muitos AINDA não possuem.

Para que tenha uma ideia, segundo levantamento de 2012 feito pela British Council – organização internacional do Reino Unido para relações culturais e oportunidades educacionais – apenas 5% da população sabe falar inglês. Essa falta de fluência é uma grande perda de oportunidades, não só para o trabalhador como também para o país.

A cada dia tenho mais certeza de que falar inglês hoje deixou de ser um diferencial e passou a ser quase obrigatório. Atualmente, essa fluência já se tornou requisito em praticamente todas as áreas. Inclusive, diversos profissionais do mundo do entretenimento, como atores, atrizes, modelos e apresentadores já precisaram (ou ainda precisam em seu dia-a-dia) de um conhecimento mais avançado da língua inglesa.

Foi pensando nisso que selecionei aqui alguns bons exemplos de brasileiros famosos que se destacaram na fluência do inglês. Hoje eles brilham não só nacionalmente mas também internacionalmente. Talvez alguns você nem fazia ideia que tinha um nível de inglês tão bom.

Por isso, separei também alguns vídeos e exemplos práticos de como anda a pronúncia de cada um deles. Afinal de conta, mesmo sabendo como o inglês é importante para as nossa vida, é sempre bom ver exemplos práticos.

 

Famosos brasileiros que falam muito bem inglês.
Famosos brasileiros que falam inglês muito bem.

 

Rodrigo Santoro

Um dos atores brasileiros mais famosos internacionalmente, Rodrigo Santoro é um ótimo exemplo de que ter o inglês na ponta da língua faz total diferença.

Sua primeira aparição em Hollywood foi em 2003, quando apareceu descamisado em uma cena de “As Panteras: Detonando”. Apesar de não ter tido a chance de mostrar o seu inglês em cena naquele filme, no mesmo ano ele também teve a oportunidade de fazer uma ótima pontinha na comédia romântica “Simplesmente Amor”.

Ele já leva em seu currículo alguns bons papéis em seus anos de carreira em Hollywood, como a participação na série “Lost”, em 2006; no filme “O Golpista do Ano” (2009), com Ewan McGregor; no mais recente remake de “Bem-Hur” (2016), onde interpretou ninguém menos que Jesus; na série “Westworld”, da HBO; além da famosa franquia “300”, interpretando o imperador Xerxes.

Confira abaixo a evolução do inglês do ator, primeiro em uma entrevista para o filme “300”, em 2006 e outra feita durante a divulgação de “Ben-Hur”, no ano passado.

Inclusive, o ator já até participou de campanha de curso de inglês. Porém, sabe o que é mais curioso? Ele mesmo já afirmou em entrevista que só começou a aprender mesmo inglês depois dos 20 anos! E mais: que até hoje sente certa dificuldade com a língua, mesmo depois de tantos papéis importantes. Acredita?

 

Wagner Moura

Após sucesso estrondoso de crítica e bilheteria pelo seu trabalho como Capitão Nascimento em “Tropa de Elite”, Wagner Moura mal sabia que a sua carreira internacional alavancaria tanto assim. Como não poderia deixar de ser, o inglês teve importância fundamental para essas novas conquistas.

Ao estrear seu primeiro personagem em filme estrangeiro no longa “Elysium”, em 2013, Wagner Moura já mostrou que não faz feio falando em inglês. Nesse mesmo filme ele interpreta com gigantes do cinema como Matt Damon e Jodie Foster.

Algum tempo depois, foi a vez de dar vida ao traficante colombiano Pablo Escobar, na série original da Netflix, “Narcos”. O ator, inclusive, teve que se mudar para a cidade de Medellín, onde o seu personagem viveu, alguns meses antes do início das filmagens. Tudo isso só para nivelar o seu espanhol e ficar mais seguro com a língua. Mesmo assim, muitos criticaram o seu sotaque carregado e nada natural.

Em contrapartida, no inglês, o ator até que se se sai muito bem, tanto na pronúncia quanto na fluência. É até bem difícil reparar suas origens baianas. Veja essas duas entrevistas, concedidas ao Jimmy Kimmel e Jimmy Fallon, dois talk-shows famosos dos EUA, e repare:

A boa fluência no inglês foi tanta que até o diretor Neil Blomkamp, que trabalhou com ele em “Elysium”, elogiou a boa performance de brasileiro. O mais legal nisso tudo é que o ator já declarou em entrevistas que nunca morou nem estudou no exterior. Prova de que é possível aprender a se comunicar bem em inglês sem precisar fazer intercâmbio ou morar fora.

 

Alice Braga

Aqui talvez esteja o exemplo de uma das atrizes brasileiras que mais deu certo em Hollywood. Inclusive, ela também atuou junto com Wagner Moura em “Elysium” (2013).

Com apenas 34 anos de idade, Alice Braga já participou de várias produções internacionais, como “Eu Sou a Lenda” (2007), com Will Smith; “Cinturão Vermelho” (2008), junto com Rodrigo Santoro; e “Predadores” (2010). Atualmente, ela está presente na série americana “Queen of the South”, além do recém-lançado “A Cabana” (2017), onde faz uma participação.

Para ela, o inglês sempre esteve presente em sua vida, já que desde criança ela tinha aulas na escola, mesmo indo a contragosto. A atriz já confessou em entrevistas que foi muito relutante no começo com o inglês, pois achava muito complicado.

Hoje, ela agradece todos os dias ao seu pai por tê-la incentivado a continuar nos estudos. Sem sombra de dúvidas, muito do que ela conquistou como atriz atualmente foi devido ao seu alto conhecimento na língua inglesa.

Quando foi escalada para “Eu sou a Lenda”, a atriz declarou que ficou em pânico por ter que interpretar em inglês. Ela disse que trabalhou bastante nas falas com um professor de pronúncia, para que tudo saísse nos trinques. E ela conseguiu! O desempenho dela no filme é excelente, assim como nas entrevistas que ela deu para divulgar seu trabalho. Confira:

 

Carlos Saldanha

A carreira do cineasta brasileiro Carlos Saldanha sempre foi associada às animações, desde que co-dirigiu com Chris Wedge o primeiro “A Era do Gelo” (2002) e depois pegou a direção das continuações “A Era do Gelo 2” e “A Era do Gelo 3”. Tudo isso antes de começar o seu maior projeto pessoal até então: a franquia de filmes “Rio”.

E o aprendizado da língua inglesa, surgiu quando?

Segundo Saldanha, ele começou a estudar inglês desde criança, na escola, e depois em cursos. A fluência foi consequência do processo, e ela foi adquirida sem ele nunca ter viajado para o exterior!

Tal fluência foi fundamental para a conquista do seu primeiro emprego, aos 18 anos, em uma multinacional. Na época, o trabalho era todo feito em inglês e isso o ajudou a aperfeiçoar ainda mais o idioma.

Para ele, ter ido aos EUA pela primeira vez já fluente na língua ajudou muito na sua integração e adaptação ao mercado de trabalho americano. Com toda a certeza, falar inglês desde cedo foi algo imprescindível para a conquista do lugar em que ele está hoje.

Vamos conferi toda essa fluência de perto? Ele é tão familiarizado com a língua que mais parece um nativo! Veja alguns exemplos:

 

Gisele Bündchen

A mais top das top models é mais um exemplo de alguém que teve que usar muito o inglês a seu favor! Aquela que já dominou as passarelas mais famosas do mundo, já estampou as revistas mais badaladas e fez as mais importantes campanhas publicitárias, não só é referência em beleza feminina como também arrasa no inglês!

A modelo brasileira mais famosa do mundo teve que se virar sozinha no inglês desde os seus 16 anos, quando se mudou para os Estados Unidos com o sonho de se tornar modelo internacional. Ela sabia que a fluência seria de extrema importância para a sua carreira e teve que aprender na marra.

Veja só como ela tinha uma ótima pronúncia já em 2004, nessa divertidíssima entrevista ao Conan O’Brien, na época do lançamento do filme “Taxi”, onde fez uma participação:

Olhando assim, você imaginaria que ela começou a aprender inglês através de fitas da Mariah Carey e do Boyz II Men? Isso mesmo! Em entrevista ao Jimmy Fallon, a modelo confessou que os trabalhos desses dois artistas foram fundamentais para o seu aprendizado.

Pelo visto, podemos perceber que a nossa modelo é muito mais do que um rostinho bonito. É uma verdadeira fluente na língua inglesa. Tire a prova nessas entrevistas mais recentes:

 

Maisa Silva

A menina prodígio do SBT, que ficou famosa apresentando o programa matinal “Bom Dia & Cia”, não poderia ficar de fora dessa lista. Afinal, ela é um bom exemplo do quanto o inglês pode ser algo essencial também para os jovens!

Sua carreira começou quando ela ainda tinha 3 anos,  após ser descoberta no Programa Raul Gil, dublando artistas famosos e fazendo apresentações. Em seguida, ela foi transferida para o SBT e na emissora do dono do Baú fez o seu nome, apresentando programas infantis como o “Sábado Animado” e o já citado “Bom Dia & Cia”. Após isso, iniciou sua carreira de atriz no remake da novela “Carrossel”, lançou livro, se jogou na carreira de cantora e até começou um canal no YouTube, intitulado “Maisera”.

Inclusive, foi devido ao grande sucesso do seu próprio canal no YouTube –  com mais de 3 milhões de inscritos – que ela teve a oportunidade de conhecer alguns famosos internacionais e mostrar todo o seu conhecimento em inglês, fazendo o papel de entrevistadora.

Veja, por exemplo, o seu ótimo desempenho entrevistando parte do elenco de “13 Reasons Why”, nova série do momento da Netflix:

O que mais chama a atenção em suas entrevistas em inglês, além da segurança e do conforto ao se comunicar, é a sua pronúncia quase perfeita das palavras. Se duvidar, muito melhor que a de muitos jornalistas adultos por aí. Prova de que para ser fluente em inglês não existe idade. Acredite ou não, ela tem apenas 14 anos!

Confira mais um exemplo:

 

Rubens Barrichello

Para finalizar a nossa lista está alguém que muitos nem fazem ideia do quanto ele é bom falando inglês (e do quanto a língua também foi importante para ele como profissional).

Obviamente, a Fórmula 1 é a modalidade mais avançada do automobilismo mundial. Logo, é praticamente impossível fazer parte dela sem ter o conhecimento avançado da língua inglesa, pois é preciso se comunicar a todo o momento com estrangeiros.

Algumas pessoas podem até criticar o nosso Rubinho pelo seu desempenho nas pistas, mas devemos concordar que quando o assunto é inglês, o piloto manda muito bem:

Porém, não é regra geral todos os automobilistas brasileiros terem a pronúncia e a fluência tão boa quanto a de Rubinho Barrichello. Um bom exemplo para ilustrar isso é Felipe Massa, outro automobilista brasileiro da mesma categoria. Apesar de ter um excelente nível de inglês, infelizmente não apresenta o mesmo nível de clareza na pronúncia das palavras.

 

E aí? Todos esses exemplos serviram de inspiração para você? Se sim, era exatamente esse o objetivo desse artigo!

Sem o domínio da língua inglesa, o estrelato de todos eles no exterior poderia ser um sonho bem distante. Entretanto, como bem vimos aqui, muitos deles também aprenderam inglês sozinhos, a custo de muito esforço individual e persistência. Quer motivação maior para um estudante autodidata?

Na sua opinião, qual desses famosos brasileiros possui o melhor inglês? Deixe a sua resposta nos comentários! 🙂

Assine nossa Newsletter

Se junte a outros estudantes de inglês iguais a você e assine a newsletter para receber
artigos do Almanaque, perguntas da Sala e ficar informado da publicação de novas dicas de inglês.
Envio Quinzenal.

Você precisa está logado para deixar um comentário. Ainda não é membro, faça parte, é gratuito! :D

Logar ou Experimente gratuitamente agora!