Estuda inglês mas tem dificuldade? Não sabe se seus estudos
estão surtindo efeito? Está na hora de você tentar o Inglês na Rede.

Tudo o que você precisa para colocar seu
inglês em prática e atingir fluência.

Seja um membro PRO ➜

Quando for se mudar para estudar no exterior, uma das principais escolhas será onde morar. O tipo de acomodação que você escolher pode influenciar imensamente no seu desempenho nos estudos, por isso deve ser levado muito a sério. Basicamente, há três tipos de acomodações principais para estudantes internacionais.

 

Dormitórios acadêmicos

Na Inglaterra, Austrália, Canadá e em outros países, principalmente nos Estados Unidos, é bastante comum que os estudantes morem em acomodações dentro do campus universitário durante o primeiro ano de graduação. Por isso, a maioria das grandes universidades oferece diferentes opções de dormitórios nos chamados Residence Halls. O formato mais comum dos “complexos residenciais” é o de vários quartos em um longo corredor, mas também há condomínios, flats e outros estilos de quartos.

As universidades oferecem a opção de alugar um quarto individual, mas o mais rotineiro é dividir o dormitório com pelo menos um roommate (colega de quarto). Você pode escolher o estilo de acomodação que mais lhe atrair e couber no seu orçamento: quarto individual ou duplo; mobiliado ou não; residencial misto ou unissex; plano de alimentação incluso para que você use os refeitórios universitários ou ter acesso a uma cozinha para preparar suas próprias refeições, etc.

Todas estas opções influenciarão no valor da acomodação, que será incluso no preço completo pago à universidade. É responsabilidade do estudante se inscrever para morar no campus pela secretaria de acomodações da instituição (normalmente, chamada de Residencial Life Office ou Housing Office) e, assim, garantir uma vaga antes que todos os quartos sejam reservados.

Conheça as vantagens de se viver em um dormitório acadêmico aqui.

 

Casa ou apartamento compartilhado

A partir do segundo ano de graduação, o mais comum é cortar um pouco “as amarras” com a universidade, e morar fora do campus em uma casa ou apartamento. Normalmente, vários estudantes alugam juntos um imóvel particular para poder dividir os custos – aluguel, contas mensais, compras, etc.

A sua universidade é a melhor fonte de informações se você estiver à procura de um quarto em uma acomodação compartilhada entre estudantes. É comum que elas tenham um mural ou então um serviço online de oferta de vagas e procura por roommates. Mas há também serviços externos como o site CraigList, dos Estados Unidos. É aconselhável um pouco mais de cautela na escolha deste tipo de acomodação, uma vez que o estudante é responsável pela procura, escolha e, inclusive, assinatura de contrato de aluguel – quando, em dormitórios acadêmicos, a universidade se responsabiliza por quase todo o processo.

 

Homestay

Para aqueles que procuram uma imersão completa na cultura local, a homestay é a pedida certa. Este é o tipo de acomodação em que o estudante mora com uma família nativa e participa da rotina diária da casa, inclusive, na maioria dos casos, fazendo pelo menos uma refeição (o jantar, tipicamente) com a host family, nome dado a família que os recepciona. Esta é a opção mais recomendável a estudantes que viajam ao exterior para estudar inglês ou qualquer segundo idioma, pois permite a prática rotineira além das salas de aulas e também a vivência da cultura local em um ambiente familiar.

Conheça as vantagens de se optar por uma homestay aqui.

Que tal ser um membro PRO ou PRO Plus? Saiba como lhe ajudamos a aprender inglês. Veja as vantagens!

Apoio Hotcourses Brasil

A Hotcourses é uma instituição fundada no Reino Unido em 1996, com mais de 20 anos de experiência no setor de educação. Ela tem parcerias de confiança com universidades, trabalhando lado a lado com as principais organizações internacionais de educação. Além de ter o maior e mais abrangente banco de dados de universidades e cursos do mundo.

Mais artigos do Almanaque